https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Aqueles olhos sábios

 
Tags:  AjAraujo    poeta humanista  
 
Open in new window


Aqueles olhos
bem abertos,
lançam
um olhar
no infinito
da alma.

Aqueles olhos
enevoados,
descobrem
um espaço
no tempo
da ampulheta.

Aqueles olhos
machucados,
vertem lágrimas
cristalinas
que irrigam a face
enrugada pela vida.

Aqueles olhos
as vezes sombrios,
fecham
pálpebras
como cortinas
de um teatro

Aqueles olhos
barcos cansados
se lançam
bem cedo ao mar
porém um dia
não retornam ao porto

Aqueles olhos
marejados
marcados
por tantas dores,
sentimentos, amargores,
são o farol do espírito.

Aqueles olhos
curtidos
cobertos
pela catarata,
tem a sabedoria
de ver o que não vemos.

AjAraujo, o poeta humanista, escrito em 27-10-13, em homenagem a muitos olhares anônimos de gente idosa e muito simples que cruzo ao longo da vida.
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1256
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.