https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

a tua rosa é um porto de lábios sem janelas fixas

 
Declaro-te
pássaro que me invade
como relâmpago
desarrumo lagos nos olhos
onde flutuam sais de fogo
como quem vê passar
um êxtase de silêncio
um traço de pele
unindo as mãos ao corpo
a boca ao interior dos lábios
o céu dentro de um vestido
flutuam indícios sobre o peito
desarma-se a tremura
nessa forma sublime
um rio
intensíssimo de bátegas
onde tudo acontece
fitas coloridas
medula ardente
o fascínio da pedra
onde se agita o fogo
num ponto de luz.

 
Autor
gastãosilva
 
Texto
Data
Leituras
1276
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/01/2014 16:48  Atualizado: 28/01/2014 16:48
 Re: amo-te, amo-te toda
Um poema como há muito não leio.
Fascina os olhos.
Parabéns

Abraços poéticos


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 28/01/2014 17:35  Atualizado: 28/01/2014 17:35
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29440
 Re: amo-te, amo-te toda
A BELEZA DO AMOR ENCANTA ESSE LINDO AMAR, MARAVILHA


Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 30/01/2014 22:08  Atualizado: 30/01/2014 22:08
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3861
 Re: amo-te, amo-te toda
Gostei, muito! Que esse rio permita que aconteça tudo o que desja neste poema bonito.
Abraço
Manufernandes