https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Destino

 
Tags:  poesias    2010    a madrugada das flores  
 

Open in new window


Se fossem flores
as lágrimas que me pendem nos cílios
imagina , meu amor ,
os jardins que sorririam nos teus olhos
se fossem poemas
as gotas que escorrem como rios na minha derme
imagina , meu amor ,
os livros que tuas queridas mãos receberiam
se fossem pássaros
as construções que me revolvem a mente
imagina , meu amor ,
os mundos onde os teus pés seriam (per)seguidos
se fossem músicas
os bafos sufocados que me (não) saem
imagina , meu amor ,
os instrumentos que te ensaiariam
se fossem peixes
as veias que me transportam o sangue
imagina , meu amor ,
os rios e oceanos que te vestiriam
se fossem joaninhas
os estremeceres deste meu corpo
imagina , meu amor ,
as plantas de boa colheita que te agraciariam
se fossem céus
os sorrisos que no meu rosto se revelam
imagina , meu amor ,
a eternidade que te (a)guardaria...

Mas ...

Estes se´s anulam o tanto que tu possas imaginar
condiconam(me) , aprisionando(nos) ...

Se eu puder libertar o condicional
e erguer o absoluto
então
incondicionalmente
meu amor , imagina ,
as horas soprando no relógio :
- acelerai ponteiros , acelerai !
e estancai , agora , exactamente,
neste preciso e precioso segundo
em que eu de parado
traço todos os caminhos que (me) conduzem
ao destino que escolhi e faço
aqui , onde nascem
os anjos que respiram a sagração do amor ...




Luiz Sommerville Junior , 11112010,02:32


Em Luso-Poemas,2010

Em Na Transversal do Meu Relógio, 11112010,02:32

Texto Do Livro A Madrugada das Flores

Edição Corpos, págs. 32,33,34

 
Autor
sommerville
 
Texto
Data
Leituras
1203
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
52 pontos
12
8
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 21/09/2014 23:39  Atualizado: 21/09/2014 23:39
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: Destino
não poderia ler sem dizer que emudeci.

reverencia...

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 21/09/2014 23:55  Atualizado: 21/09/2014 23:55
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15162
 Re: Destino
É o tipo de poesia e poeta que estamos precisando aqui no site. Os peixes me lembrarão os sermão do Padre Antonio Vieira. O restante sempre me lembra o teu talento. Parabéns e saudades poéticas, amigo Summer! Abração!

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 22/09/2014 02:41  Atualizado: 22/09/2014 02:41
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: Destino
Aplaudindo sua belissima página! Parabens enorme e uma linda semana!

Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 22/09/2014 15:43  Atualizado: 22/09/2014 15:43
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6741
 Re: Destino
Mui belo, meu amigo!
Parecia ler a cada verso
os poetas do romantismo.
Adorável!
Abraços.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/09/2014 17:47  Atualizado: 22/09/2014 17:47
 Re: Destino
Um dos mais belos poemas que li aqui.

Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 22/09/2014 18:45  Atualizado: 22/09/2014 18:45
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: Destino
Um belo canto centrado num mar de suposições Sommer perante as opções de vida tomadas ao longo dos tempos ... realço estes versos se me permite que dizem isso mesmo poeta:

"traço todos os caminhos que (me) conduzem
ao destino que escolhi e faço
aqui , onde nascem
os anjos que respiram a sagração do amor ..."

Bem conseguido Sommer.

bj

Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 22/09/2014 20:48  Atualizado: 22/09/2014 20:48
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2399
 Re: Destino
Somerville,
Que maravilhoso seria se pudessemos parar...os relogios
e congelar o tempo.
"Libertar o condicional e erguer o absoluto" oh! que lindo isso..
Se fossem flores em nossos olhos quando lessemos suas poesias, esta pagina
estaria florida como um jardim de primavera.
Tao linda a explicacao desse amor, e desse sentimento tao intense!
Sou sua admiradora.
E adoro as musicas que voce coloca com suas poesias. Fazem tanto senso....

Um so "pacote" de deleite.


Beijos e obrigada pela inspiracao.
Eh um prazer ler voce - sempre.

*Mary Fioratti*

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 23/09/2014 01:55  Atualizado: 23/09/2014 01:55
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Destino
Traços da vida que conduz os momentos da vida que o viver é construído pelo destino, sentido, pelos inatantes que caminha em uma direção no azul do belo mar, nas cores das ondas onde as maresias se revelam soprando as mares de nosso olhos.

Enviado por Tópico
ManoelDeAlmeida
Publicado: 23/09/2014 12:06  Atualizado: 23/09/2014 12:06
Colaborador
Usuário desde: 30/05/2011
Localidade: Campo Grande/MS - Brasil
Mensagens: 835
 Re: Destino
Poeta, você tem seu estilo próprio de escrever e ele consiste no inusitado da abordagem do tema; na estrutura formal feita ao seu gosto, às suas "necessidades" de expressão dos sentimentos que embalam o eu lírico. Prova disso temos neste poema: o inusitado dessas belas metáforas hipotéticas /se fossem flores/ /as lágrimas que me pendem dos cílios/...e assim vai, usando a conjunção condicional "se"... de repente muda a estrutura formal e surge a adversativa "mas"...então surge o desejo de libertar do condicional e viver o absoluto, mas esse absoluto é apenas um pedido para imaginar... Lindo seu poema. Abraço.

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 23/09/2014 18:53  Atualizado: 23/09/2014 18:53
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: Destino
Sem palavras, sem palavras!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/09/2014 06:20  Atualizado: 24/09/2014 06:22
 Re: Destino
Lembro-me desse dia
ó quanta agonia!
pela briga que se seguia
e naquela discussão fria,
tua pena ilustre ardia
talhando na folha, a poesia
que com tamanha maestria,
argumentos meus derrubaria
na delicadeza do que eu leria
quando ao raiar do dia
em lágrimas me desfazia
um golpe de mestre, eu via
ganhando minha alma com magia
e aos pulos vi em mim tal alegria
quando descobri que o poeta sentia
tanto quanto em meu peito havia
daquele amor que se explodia
nele também se expandia.


te amo, príncipe encantado, eterno namorado!

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 27/09/2014 22:21  Atualizado: 27/09/2014 22:21
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 6404
 Re: Destino
Sommerville,

Na transversal do teu relógio
Deveria o ponteiro parar
Ou fazer caminhar inverso
Pois,
A tua poesia é o que te faz mestre
No diamante de primeir'água
Que te adorna a mente
Faz-me beijar-te as mãos
Na canção que canora em teu coração
E rege com maestria a tua poesia
Com o meu respeito e admiração
E a saudade de ler-te em poema.
Levo-o o que me nutre a mente
Com boa leitura.

Ray Nascimento