https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Desassossego do Poeta

 
Open in new window


eu queria compreender-te a alma, poeta!
conhecer a tua desmedida ânsia de amar
vislumbrar o mundo onde habita
a tua alma inquieta...

imaginei que pudesse humanizar o divino
que existe em tua veia pulsante
trazer-te para o chão um só instante
para escutar de perto a cítara
que vibra em teu coração...

sondar-te os arcanos insondáveis
no sagrado momento em que recolhes do cotidiano
os rastros de sorrisos e de lágrimas
retalhos anônimos de faces sem nomes
para compor os teus poemas canções...

mas, apenas consigo
captar as ondas da emoção
que carregas em segredo,
misto de prazer e de medo
sob o véu do teu aconchego...

escravo e senhor. Dominado e dominador
assim, é, poeta, o teu mundo em desassossego
poesia destravada, de incoerência e paixão
labareda atirada a esmo
capaz de incendiar livre o mundo de fora
tão cheia de ti mesmo!

Maria Lucia (Centelha Luminosa)


Por não saber do brilho das estrelas,
alumio veredas dentro de mim


Open in new window


Re-publicando...
Em homenagem aos poetas e poetisas do Luso Poemas.
 
Autor
Semente
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1100
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
61 pontos
23
7
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/11/2014 13:30  Atualizado: 21/11/2014 13:30
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Algumas coisas tocam...umas mais que outras, mas há aquelas que chegam a queimar! Um dos poemas mais lindos que aqui li. Eu realmente adorei!! Beijo grande e parabéns pela sensibilidade que em ti habita, ou talvez possa dizer boa sorte...beijão.


Enviado por Tópico
TecaLima
Publicado: 21/11/2014 15:40  Atualizado: 21/11/2014 15:40
Da casa!
Usuário desde: 15/10/2013
Localidade: Campina Grande-PB
Mensagens: 251
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Para interpretarmos os sentimentos do poeta, é necessário ter a alma do tamanho das noites e a distância do mundo, bem além das estrelas.


Enviado por Tópico
luisroggia
Publicado: 21/11/2014 16:56  Atualizado: 21/11/2014 16:56
Colaborador
Usuário desde: 12/01/2011
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 2640
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Olá poetisa!

Os nossos desassossegos, viajam conosco, nos acompanham nos mais inusitados momentos de inspiração onde transformamos tudo o que o coração quer, em poesia.

Bom demais passar por aqui e ler esta maravilha de poema.

Parabéns!

Abraço.


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 21/11/2014 19:09  Atualizado: 21/11/2014 19:09
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15186
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Poema precioso, rico e muito gostoso de se ler. Encantado. Parabéns, abraços e continue assim, brilhando!


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/11/2014 19:27  Atualizado: 21/11/2014 19:27
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29355
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Rastros que deixam sua essências que nunca se apagam, vão se as palavras mas fica o silêncio de seus rascunhos onde são escritos nas paginas de nosso olhos, em um desassossego santico pelos sentimentos da alma de um poeta sonhador, que faz de seu ser uma esfinge.


Enviado por Tópico
saraabreu
Publicado: 21/11/2014 20:03  Atualizado: 21/11/2014 20:03
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2014
Localidade:
Mensagens: 2423
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
O mundo num desassossego é o mundo do(a) poeta.
Um poema forte num vasto mar de sentimentos frágeis, frágeis são também os(as)poetas Maria Lucia entre uma "des.medida" vontade para concretizar desejos e:

"Eu queria compreender-te a alma, poeta!
Conhecer a tua desmedida ânsia de amar
vislumbrar o mundo onde habita
a tua alma inquieta..."

Magnifico menina.
bj


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 21/11/2014 20:33  Atualizado: 21/11/2014 20:33
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6608
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Olá Semente,

Quanta maestria...
Divina inspiração!
Aplausos de pé...
Levo comigo!

Beijos,
Mary Jun

Open in new window


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 22/11/2014 14:25  Atualizado: 22/11/2014 14:25
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9324
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Boa tarde poetisa, seus versos dissecam a aura do poeta em suas minúcias, pois este pode ser alheio quando necessário, e envolvido quando inevitável, sem se decompor em função destas suas condutas, terminada a sua missiva, ele reassume o ser normal que também o habita e toca a vida adiante, parabéns pelo eloquente enredo poético, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 23/11/2014 11:15  Atualizado: 23/11/2014 11:16
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4260
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA
Bom dia poetisa Semente

Parabéns por este seu maravilhoso poema.
Há muito que não vinha ler suas palavras, e foi uma formidável surpresa poder ler estas palavras tão bem versadas e replectas de ideias sobre poetas e poesias que tão bem desenrolou ao longo de todo o poema.
Adorei a construção, as rimas feitas, e o encadeamento perfeito das ideias.
Beijinhos
Eureka


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 23/11/2014 12:35  Atualizado: 23/11/2014 14:52
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: DESASSOSSEGO DO POETA P/Semente
A semente mais pequena do mundo é a de mostarda e que se torna a arvore mais alta, bela e frutífera, assim é a vontade de Deus. Eis uma demonstração para contastar. Simplesmente lindo este poema. Beijinho agradecido por poder apreciá-lo, Semente! Vólena


Enviado por Tópico
F.Serra.Pintor
Publicado: 23/02/2017 09:56  Atualizado: 23/02/2017 14:23
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2016
Localidade:
Mensagens: 1127
 Re: Desassossego do Poeta
Semente
lindo poema entendivel e bem construido ( )

A alma do poeta é desassossegada.
Não há caminho, não há estrada,
Enreda pelas vias do sentimento
Onde constrói a sua morada.
Não há um espaço, não há um nada,
Existe apenas ele só…
No âmago a incerteza desassossegada!

F.Serra

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 23/02/2017 11:01  Atualizado: 23/02/2017 11:01
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16283
 Re: Desassossego do Poeta
Lúcia
Simplesmente perfeito! Levei!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Angeline
Publicado: 23/02/2017 11:05  Atualizado: 23/02/2017 11:05
Colaborador
Usuário desde: 07/01/2017
Localidade:
Mensagens: 1295
 Re: Desassossego do Poeta
Que linda homenagem, Semente querida!
Sinto-me extremamente honrada, em
fazer parte deste seleto grupo de poetas
e poetisas, por você homenageados, com
este Desassossego do Poeta.
Está tudo aí, no poema, da primeira
à última palavra.
Obrigada, querida poetisa.
Beijinho meu
Angeline