https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

*.* ...o décimo quarto, fato... *.*

 
Senti
que tudo o que fazia sentido
estava ali,
mesmo ao lado,
abraçado a mim
pele com pele
quente!!!



Sentindo paz
e ao mesmo tempo
tristeza,
como se algo me fugisse
como se algo tivesse que partir
brevemente.





Depois...


Depois surgiu um Olhar
que me procurava lá no fundo
para entender o que se passava
o que é que ia
para além dos meus pensamentos.

Permaneceu em silêncio...
discreto
escasso no momento
mas logo se transformou num Sorriso
largo e bonito!!




Fechei os olhos e de novo Senti...

Senti que a vida é tão rara
que o tempo parecendo tão longo, é tão curto
que a Alma é tocante, quando se enche de coisas tão simlpes
que quando a cumplicidade surge, ela fica sempre de mão dada
que o Amor que sentes
permite que o teu caminho deslize com suavidade
e que te faça mover
para muito mais além do que julgas capaz!



Senti...


que ao Sentir isto
e muitas mais coisas
(que me percorrem o corpo a todo o instante)
façam de mim
um Ser sensivel e pequeno
no meio da Grandeza de todos os sentimentos e emoções
que senti

e Sinto!!





Luka

 
Autor
kirinka
Autor
 
Texto
Data
Leituras
393
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/04/2015 12:28  Atualizado: 27/04/2015 12:28
 Re: *.* ...o décimo quarto, fato... *.*
Confesso que inicialmente achei sua "prosa" poética, um tanto quanto..., porém nada como o mergulhar no lago para quantificar sua profundidade, sua densidade e tepidez de sua agua. Sua poesia tem, vejo assim, a profundidade, a intensidade e o calor na medida certa.

Gostei dessa tambem

Abraças - Pedro