https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

maculas

 
 
Um Punhal com lamina envenada
Estripando a esperança dilacerando os sonhos
Deixando suas maculas nestas vestes de olhos tristonhos
Que chamas de corpo carregas uma alma insolente
Trancada nesta cela e a visao pelas grades dos olhos e de um ser dolente
Atribulado pois roubaramo no o que havia de mais precioso nos seres vivos
E este vazio deu espaço ao sentimento vil ao pensamento orgulhoso e altivo
A inveja o corroeu e hoje caminha sem saber que nao esta mais vivo

 
Autor
vandin99
Autor
 
Texto
Data
Leituras
440
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
0
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.