https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Começa o jogo do divórcio…

 
Open in new window

Quando a noite cai
Esposas se tornam em frívolas amantes,
Maridos viram compadres da vizinha
Aprazados, sapecam nas penumbras da noite

O esconde-esconde ganha asas
No lusco-fusco das noites entorpecidas,
O despudor veste-se das noites ensonadas
E com ele, se buscam delícias adulteras

Lares se afogam em desavenças conjugais,
O desamor espreita nas costas do ódio
E se evolui em todas as frentes antagónicas
Dum amor que conhecera a homogeneidade

Duplicam-se amores, mas não se duplicam corações
Que ao romperem pela costura despudorada,
Acaba o esconde-esconde em noites sonolentas
E começa o jogo do divórcio arbitrado pelos causídicos

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
623
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
erro
Publicado: 20/07/2016 00:09  Atualizado: 02/01/2019 17:30
Colaborador
Usuário desde: 04/03/2016
Localidade:
Mensagens: 845
 Re: Começa o jogo do divórcio…
li