https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

SENTINDO-TE

 
Open in new window

Musa minha,
Amor ardente
Que tao fermente,
Me põe assim…
Neste agonia,
Neste desconforto
De não ter teu corpo,
Bem juntinho a mim.
Vai passando a hora
Vai passando o dia
E nesta demora…
Que minha alma chora
Por não ter a tua.
Pele branca e nua,
Onde meus desejos
Suspiram meus beijos!
Tão ausentes…
Tão distantes…
É nestes instantes,
Que minha alma voa
Á tua procura.
E nessa loucura
Vou vivendo assim!

F.Serra

 
Autor
F.Serra.Pintor
 
Texto
Data
Leituras
403
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 05/11/2016 15:16  Atualizado: 05/11/2016 15:16
Da casa!
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 479
 Re: SENTINDO-TE
Poema de cadência rápida, cujo ritmo parece contrastar com o amor ausente e/ou distante.

Juvenal Nunes