https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Eu Cinico (inspirado no poema o plagio esta a solta do Upanhaca)

 
 
Se escrevo um verso alheio
Com minhas palavras
Sera mesmo que e meu sentimento que leio ?
Sera mesmo que escrevo aquilo que creio?
Por onde anda o meu eu lirico?
Sera que se tornou meu eu cinico?
E o que aconteceu com a inspiraçao pela vida pelas flores e pelas mulheres?
Nao sei! Acho que virei uma fabrica de produçao em serie
Muita quantidade
Pouca qualidade
Um vago eco de vaidade
E praticamente inexiste verdade

 
Autor
vandin99
Autor
 
Texto
Data
Leituras
569
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
6
4
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 21/02/2017 17:37  Atualizado: 21/02/2017 17:37
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29155
 Re: O Eu Cinico (inspirado no poema o plagio esta a solta...
Um encanto de poema que se traduz os mais belos encantos do amor


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 21/02/2017 20:59  Atualizado: 21/02/2017 20:59
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6443
 Re: O Eu Cinico (inspirado no poema o plagio esta a solta...
Boa noite, vandin99,


Quanta verdade, eu particularmente prefiro escrever
inspirada sem me preocupar com quantidade,mas com o
que vem do meu âmago e poder sentir nas leituras o satisfação do leitor. Apesar de que se eu gostar já me basta. No caso das crônicas, artigos etc. É diferente não preciso necessariamente de inspiração. Todavia um poema tem que passar alma , sei que não sou lá grande coisa. Mas escrevo com prazer! Feliz com sua visita, grata!


Abraço,
Mary Jun


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 21/02/2017 21:25  Atualizado: 21/02/2017 21:35
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6305
 Re: O Eu Cinico (inspirado no poema o plagio esta a solta...
O nosso eu lírico é clonado pelo eu cínico de quem plagia nossos poemas. Porém, a verdade das palavras fica eternamente em nós.

O poema saiu muito bem, gostei, parabéns, amigo.

Abraço!
upanhaca