https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ossos secos

 
Tags:  morte    hipocrisia    final    soberba    ARROGÂNCIA  
 
Ossos secos
 
Pus-me sentada numa cadeira de balanço
Balanço vai, balanço vem, um som distorcido
Instantes depois nem parecia estar ali para descanso.
Devaneios tantos. Medo, arrepio desconhecido!

Dei vida a minha imaginação, quanta ingratidão!
Se o fim são ossos secos, teias de aranha sepulcro caiado.
Vir-me assim. Um esqueleto se balançando sem perdão.
No lugar dos que se acham imortais e já estando sepultado.

Ossos secos. Por se sentirem melhor, como? Se todos têm
Endereço certo, embora destino diferente conforme seus atos.
À carne é podre, sem respiração logo cheira mal; vai para o além!

Dessa forma não convém. Pisar, humilhar desfazer para bel prazer.
Sem saber o que o espera do outro lado. Retornei à realidade.
Levantei-me dá cadeira sacudir a poeira, meu Deus, eu posso escolher!


Mary Jun
Março/2017
Guarulhos,SP


Mary Jun

 
Autor
Maryjun
Autor
 
Texto
Data
Leituras
326
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
10
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 31/03/2017 19:36  Atualizado: 31/03/2017 21:51
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: Ossos secos/ PARA MARY JUN
Um poema que versa a respeito da ainda tão penosa condição humana que por dentro, ainda, possue a hipocrisia, e são maldosos, maledicentes, egoístas, orgulhosos, ou seja, verdadeiros sepulcros caiados por fora.
No final, a lembrança do lívre-arbítrio que permite fazer escolhas!

Parabéns Mary Jun por esse texto reflexivo.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/03/2017 20:48  Atualizado: 31/03/2017 20:48
 Re: Ossos secos
Para que tanto orgulho, se não somos nada . E preciso refletir Bom texto certeiro.
Abraço Mary jun!


Enviado por Tópico
Juanito
Publicado: 31/03/2017 21:32  Atualizado: 31/03/2017 21:32
Colaborador
Usuário desde: 26/12/2016
Localidade: España
Mensagens: 2662
 Re: Ossos secos
Muito interessante o seu poema, estimada amiga. Dá pra imaginar o que vamos acabar sendo e do importante que é o que ainda temos.

Meus sinceros parabéns.

Um abraço


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 01/04/2017 02:13  Atualizado: 01/04/2017 02:13
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9241
 Re: Ossos secos
Boa noite Mary, a retidão e a serenidade serão sempre as melhores escolhas que podemos fazermos vida a fora, a suntuosidade não tem nada de bom a nos acrescentar, parabéns pelo vosso reflexivo poema, eu te desejo um final de semana de muitas satisfações, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 01/04/2017 11:52  Atualizado: 01/04/2017 11:52
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6305
 Re: Ossos secos
Todos os viventes morrem, o importante é saber viver antes que a morte chegue.

Belo Poema de reflexão! Amei.

Abraço!
upanhaca