https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

É ASSIM O AMOR

 
Tags:  amor  
 
O meu amor
É um barco à vela
Que voga ao sabor dos ventos.
Procura a mulher mais bela
Mais bela de sentimentos.

Ele encontrou
Porto de abrigo para aqui,
Tempestade mais além
Uma donzela que sorri,
Mas mulher não encontrei.

As noites de Lisboa
Estão cheias de amor.
E pela madrugada
Anda de mão dada
Com muito primor.
Mas uma mulher
Para mim tem que ter
Algum realismo
Um pouco de erotismo
E é assim o amor.

E na bonança
Navego de mansinho
Como uma gaivota
Que voa beixinho
Procurando uma ilhota.

Mas a tempestade
Ela me amedronta
Perco o meu amor
E o sol não desponta
Para mim, sedutor.

A. da fonseca


SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
840
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/03/2008 11:38  Atualizado: 18/03/2008 11:38
 Re: É ASSIM O AMOR
Olá querido poeta, realmente, vc deve ter uma experiencia sedutora que coloca abaixo dos chinelos qualquer jovem aprendiz de sedução...rs E teus versos exalam esse seu dom, homem sedutor!..bjs


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/03/2008 12:01  Atualizado: 18/03/2008 12:01
 Re: É ASSIM O AMOR
Adorei o seu poema.

O amor e como a flor, existem de varios tipos de varias cores.

Nunca vi o amor ser vela de navio soprado pelo vento, vim sim coração palpitando seduzindo em seu lamento.

Um abraço amigo sedutor rsrsrsr




Enviado por Tópico
Gilberto
Publicado: 18/03/2008 13:54  Atualizado: 18/03/2008 13:54
Colaborador
Usuário desde: 21/04/2007
Localidade: V.Nde GAIA-Porto
Mensagens: 1804
 Re: É ASSIM O AMOR
Uma forma muito subtil, e curiosa, de escrever sobre o amor.

Pode crer caro Alberto. Que andam muitos barcos à deriva, sem cais para aportar.

Um abraço!

Gilberto


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/03/2008 20:06  Atualizado: 18/03/2008 20:06
 Re: É ASSIM O AMOR
Alberto,

O poema todo é um primor, mas a primeira estrofe é translumbrante.Parabéns por essa bela composição!

Bjins meus, Betha.