https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

A mesma viagem

 
Open in new window

Há um tempo de nascer,
outro de crescer;

Há um tempo de adolescer,
outro de amadurecer;

Há um tempo de plantar,
outro de colher;

Há um tempo para ter,
outro para só ser;

Há um tempo de estar,
outro para deixar;

Há um tempo de presença,
outro de sentida ausência;

Há um tempo de apego,
outro de livre desapego;

Há um tempo para tudo,
outro para o nada.

Há um tempo que é finito,
outro eterno, infinito.

e o tudo e o nada fazem parte
da mesma viagem.

AjAraujo, o poeta humanista refletindo sobre o tempo e os momentos de ação humanos, escrito em 11-dez-18.

Imagem: Tarsila do Amaral ~ a lua (1928)
 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
323
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.