https://www.poetris.com/
Poemas : 

Exigências demenciais

 
Não procuro muita qualidade
Quero, "exijo" verdade
Se verdadeiro e defeituoso também sou
Não quero mais do que mereço
Apenas mereço aquilo que também dou

Não procuro beleza, nem outras futilidades
Procuro alegria e bondade, nobres qualidades
Nobres qualidades, verdadeira riqueza deste planeta
Quero isto tudo, se apesar disto tudo sou forreta

Não quero um novo, nem metades, quero inteiro
Não preciso que mude, ou que nasça outravez, preciso que seja parceiro
Não preciso aprovação alheia pa' demonstrar o que sinto
Em tempos um aldrabão artífice de palavras, mas agora já não te minto


MINHA POESIA MALDITA...
VEM DE MINHA ESCURIDÃO
E MINHA POESIA LUMINOSA
DE MINHA FONTE DE INSPIRAÇÃO

Peace & love
FidesinOculisMeis 2019®

 
Autor
FidesinOculisMeis
 
Texto
Data
Leituras
29
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.