https://www.poetris.com/
Textos : 

AO CONDUZIRMOS AO ALTAR.

 

MODELO POÉTICO, "INDRISO"

No horizonte o arrebol na cidade luzes acesas
Na vida humana uma certeza que há de continuar
Buscando certa clareza do que se quer vislumbrar.

Ao conduzimos ao altar a pessoa a quem amamos
Certamente apostamos em quem que nos ofertar
As alegrias da convivência do belo compartilharmos.

Certos ritos são sagrados mas servem aos pecadores.

Nem tudo é consagrado somos alvos dos horrores.


Enviado por Miguel Jacó em 30/07/2019
Código do texto: T6708112
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
114
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/07/2019 19:36  Atualizado: 30/07/2019 19:36
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: AO CONDUZIRMOS AO ALTAR.
Entre jura e juras, depois vem as consequenciais de tudo

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 30/07/2019 22:01  Atualizado: 30/07/2019 22:01
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16124
 Re: AO CONDUZIRMOS AO ALTAR.
Miguel
Belo indriso!
A cerimônia de casamento é um lindo ritual, repleto de significados, tantas juras de amor são proferidas no altar, pena que são esquecidas rapidamente e felizes para sempre só exista nos filmes.
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 05/08/2019 15:57  Atualizado: 05/08/2019 15:57
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4213
 Re: AO CONDUZIRMOS AO ALTAR. P/ Miguel Jacó
Boa tarde Miguel,

Seu "Indriso" resultou muito bem com o exemplo da cerimónia religiosa do casamento.
Parabéns, gostei imenso.

Abraço

Eureka