https://www.poetris.com/
Poemas : 

Cotidiano

 
status quo

tropecei
nas horas
de virtudes
e medo.

Vivi séculos
chorei de joelhos
esfolados

em degraus
de pedra
e pau.

Multiplicaram
pães e peixes

incêndiaram
florestas
e balas
perdidas

Nas ruas
balas perdidas.
quebram ossos.

Não transformei
Copos de mágoa
em garrafas
de vinho.


O amor movimenta-se. Poemas em ondas escrevem nas águas.

 
Autor
RaipoetaLonato2010
 
Texto
Data
Leituras
35
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.