https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Simplicidade

 
Olha-me, oh tu simplicidade!
Obrigo-te à maior franqueza
Responde-me à questão
Que me assola na alvorada!
Eleva em mim a saudade
Enche-me de fraqueza
Mata-me de curiosidade!

Porque é que tu minimizas a prosa
Tornas tão banal, enfim simples
Como os espinhos de uma rosa
Que retiras, e oprimes
A grandeza de uma frase
Quando tão complexa é como um verso?

E porque hei de eu retirar
Este manto de felicidade
Quando é mais simples, para a humanidade
Justificar miseravelmente a tristeza?

E, explica-me, porque
Oh porque...
É se mais simples
Traçar importância à vida
Se não com o flagelo da morte?

Oh vida...
Não seria mais simples
Vivermos de sorrisos, como me ensinaram
A coexistir com discórdia pelo diferente?
Qual a urgência de se ser
Se aos olhos do mundo
O que vale é ter?

Oh querida e doce simplicidade
Não seria mais fácil
Tornar a vida num caminho
Em que qualquer direção que tomemos
Fosse simplesmente a felicidade?

Enfim, era tudo tão mais simples
Se não nos levássemos em questões
Negássemos o que nos nega
E vermos simplicidade
Somente nos nossos corações.


Pedro Carregal

 
Autor
PedritoDomus
 
Texto
Data
Leituras
265
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
1
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
pleonasmo
Publicado: 08/02/2020 12:24  Atualizado: 08/02/2020 12:24
Muito Participativo
Usuário desde: 24/10/2019
Localidade: Khabarovsk
Mensagens: 91
 Re: Simplicidade
Gostei do tom simples e despretensioso do poema.
Muito realista, e tão português,...

Gostei