https://www.poetris.com/
Poemas -> Minimalistas : 

errância

 
na brisa fria do
ártico
o naufrago

em seu pequeno barco

no seu desígnio
a morte
na fúria

do mar gelado

no corpo
lavanda em suas ranhuras
na aorta

descansa o metacarpo

na porta
que se abre ao infinito
já sente

que é a sua última ternura KkkLoramkkK

 
Autor
Kai
Autor
 
Texto
Data
Leituras
62
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.