https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Poesia do olhar

 
.SOU POETA QUE OLHA NOS OLHOS
I
Gosto de olhar profundamente,
No profundo do teu olhar.
Reflito romanticamente,
A poesia visual que estou a observar.

Sou poeta que olha nos olhos,
Sou poeta vive a poesia visual.
Olhar os teus olhos,
Inspira poesia em meu intelectual.

Doce olhar de menina,
Doce olhar que me seduz.
Olhar que me inspira,
Teus olhos com luz.

Sou poeta do olhar,
E um poema se ver.
Com palavras farei rimar:
Rimarei pensando em você.

O poeta que contempla,
Na escrita é produtivo.
Olhar essa moça pequena,
É contemplar poema ativo:

Ativo na linda paisagem:
A imagem do teu rosto.
Fascinação me invade:
Romantismo estético que dá gosto.

Lindo luzir em teu olhar,
Que olhos radiantes.
Como não se inspirar,
Em teu olhar apaixonante.

II
Os teus olhos são a janela,
De tua alma feminina.
E minha alma te paquera,
Por que você é linda menina.

Pela janela de tua alma,
Tento enxergar o teu interior.
Olho seus olhos com calma,
Procurando neles amor.

Minha alma procura a tua
Na troca de olhar.
Estou à procura sua:
Por que procuro alguém para amar.

(parte romântica da Fenomenologia do olhar)
Feito por: José Fabio dos Santos Bezerra.


Em tudo há poesia

 
Autor
Poesia_davida
 
Texto
Data
Leituras
574
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.