https://www.poetris.com/
Poemas : 

Voltei, Amigo Meu

 
Tags:  reflexão    felicidade    rimas    pensamento    cotidiano  
 
Voltei, Amigo Meu
 
Não tenha medo, caderno meu, não sumi
Apenas precisava respirar, digerir
Mal sabes o que aconteceu em meu mundo, em mim
Porém, amigo de horas e dias terríveis, não fique abatido
Estou feliz, não me sinto mais tão sozinho
Perdoe minha ausência, eu estava em transferência
Mudei vários pensamentos de lugar, mas, agora, estou para voltar
Sei que fiquei um bom tempo longe, bastante
Para onde fui? Para longe, distante
Mas, retornei, com contos e romances interessantes
Pois então, se prepare, caderno meu, se prepare
O dia está para nascer, assim como uma nova história em diário.

Amigo, em minha ausência eu compus algumas letras
Umas acompanhadas pelas puras cordas de um antigo violão
Outras sobre a beleza do amar, do meu coração
Também escrevi algumas cartas, que foram seladas dentro de uma caixa
Enviadas ao esquecimento, melhor assim, caderno meu
Hoje estou mais vivo, não preciso sofrer o que no passado me corroeu.

Falarei de amor, caderno meu, eu falarei
Falarei da dor, a conheces bem, escreverei
Mas, se prepare para dedicatórias
Prepare-se, pois, estou motivado, tantas histórias
Mas, cá estou novamente, caderno meu
A caneta hoje se alegra, assim como eu
Mas, eu voltei, amigo meu, eu voltei.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
50
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.