https://www.poetris.com/
Poemas : 

Lágrimas Gramaticais

 
Tags:  lágrimas    despedidas    partidas  
 
Lá estava ela embarcando no trem
Eu e meus olhos mareados d'água
A mão estendida na beira da plataforma
Aceno como pudesse apagar a dor
Com meu desejo, correr na direção dela
Confessar não vá, meu coração implora
Dar-lhe outro abraço, não um adeus
Dizer tudo irá, em breve, melhorar...
O apito do trem, se perde na distância
Tivesse ido, certamente, não estaria eu
A derramar estas lágrimas gramaticais





Dor e angústia protagonizam o show
Quando a noite vem, a mágica se faz
Nasce o poema das entranhas feridas
Então, abro as asas e voo ao infinito.



 
Autor
Mr.Sergius
 
Texto
Data
Leituras
57
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/08/2020 17:33  Atualizado: 13/08/2020 17:33
 Re: Lágrimas Gramaticais
Palavras em tons melancólicos, guardam dentro de si, um belo poema!
Parabéns poeta!
Abraço.