https://www.poetris.com/
Poemas -> Religião : 

CONCEDA-ME Ó DEUS A SAPIÊNCIA.

 

Conceda-me ó Deus a sapiência
Que me permita mergulhar em teus mistérios
Desta vez te prometo ser sincero
Teus encantos me desbancam por inteiro
Se tu fostes filho de um carpinteiro
Como podes ser assim tão meticuloso
O teu trabalho costuma ser minucioso
E agora pego como exemplo uma orquídea
E por mais que me esforce não consigo
Enxergar aos detalhes mais intensos
Certamente minha admiração não vence
O respeito que te dedico desde sempre
Para mim tu és o todo entre as partes
É a bela arte que transita entre a gente
Se algum dia eu pudesse te alcançar
Te pediria um minuto de licença
É construía um mais lindo castiçal
Com esta orquídea lhe servindo de ornamento.

Usuários do Youtube
vossas condutas me fascinam
antes de virar a esquina
terei mais de mil inscritos
é disto que necessito
para fazer transmissões ao vivo
https://youtu.be/peCJpf5g8AA


Enviado por Miguel Jacó em 19/09/2020
Código do texto: T7066988
Classificação de conteúdo: seguro

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
72
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.