https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

AMOR ESTRANHO AMOR

 
Amor estranho amor,
Este amor que eu jurei fidelidade
E aos poucos está acabando.

Amor que um dia eu conheci,
E logo me apaixonei,
Nossos olhos se cruzaram
E logo o amor apareceu.

Amor que aos poucos
Está longe de mim,
A cada dia que se passa
Mas estranha fica.

Amor que um dia eu conheci,
E nunca mais vou esquecer,
Amor que um dia
Jurou união até a morte
E hoje está longe
E deste nosso amor
Que eu conheço
Todos é um amor
Um estranho amor.

Comendador Marcus Rios
Poeta Iunense – Acadêmico –
Membro Efetivo da Academia Iunense de Letras (AIL)


A cada estrela que brilha,
apenas sinto o teu olhar
A me observar com as
Tuas doces palavras de amor
Que toca o meu coração.
Comendador Marcus Rios
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/pt/deed.pt_PT

 
Autor
MarcusRios
 
Texto
Data
Leituras
46
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 21/09/2020 18:38  Atualizado: 21/09/2020 19:55
Da casa!
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade:
Mensagens: 304
 Re: AMOR ESTRANHO AMOR
O pior caro poeta, é nem tem sido tão estranho assim: promessas em vão, distanciamento de corpos, carinhos ausentes. Infelizmente vi isso tantas vezes que hoje sou poeta também... Abraços.

Veja o que digo: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=353036...