https://www.poetris.com/
Poemas -> Desilusão : 

RAIO FIGURANTE

 
Tags:  poema  
 
RAIO FIGURANTE
 
RAIO FIGURANTE
(Jairo Nunes Bezerra)


Um raio, somente um, iluminou a enegrecida noite,
Que trnsiitava na amplidão...
Aproximação de chuva prevista atuou no pernoite,
Confirmando a reinante ilusão!

Não sei se fico triste ou contente
Foram momentos inebriados por sucessivo prazer...
O vento frio se pronuncou de repente,
Em vão tento alterar o meu lazer!

A tentativa é passageira,
Pensativoi vejo que a noite é ligeira,
E altero os meus pensamentos!

Nova estrada é escolhida no espaço,
Por ela sigo passo a passo,
Vociferando os meus lamentos!


 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
128
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.