https://www.poetris.com/
Poemas : 

sou o que não sou

 


Não sou rascunho de nada!
Cópia de uma identidade rasgada
Borrão num papel em branco.

Não sou animal em fuga, na face
Não sou a ruga, do sorriso
O dente quebrado.

Não sou barco à deriva
Do peixe, não sou a isca
Da pipa, não sou o cerol.

Não sou o tempo
Não sou a vida
Tampouco a morte
Da alma ferida.

Viajo pelos ventos…
Sou pólen, sou flor
Sou a semente
Que cobre o teu ventre
Se lhe tenho amor.

Sou apenas, o que não sou!

Alguns acertos, pouca vaidade
Sei ser pequeno sem ser ingênuo
Sei ser forte sem ser covarde.

 
Autor
PCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
73
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 04/12/2020 20:43  Atualizado: 04/12/2020 20:43
Da casa!
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 392
 Re: sou o que não sou
Foi bom ler seu poema e foi relido e cada vez que passava os olhos mais abria o entendimento. Sabe ser forte sem precisar ser covarde ,e também foi picante na parte da semente. Quem não sou. Teve vários e muitos sentimentos incluído nas poucas linhas.