https://www.poetris.com/
 
Fados : 

SEM AMOR, SEM FUTURO

 
Tags:  futuro    crianças    sociedade  
 
Trilhei tantos caminhos na vida
Ruas e Avenidas do desespero
Ruelas e becos sem ter saída
E um destino amargo e severo.

Andei de rua em rua procurando
A felicidade que tanto desejava
Mas só escolhos fui encontrando
Mas do bem estar, nada de nada.

Sem forças, sinto-me ninguém
Sem amor, sem amizade, sem nada
Sinto no coração esse desdém
De vida vivida sem alvorada

Tudo dentro de mim é sempre noite
Vivo dentro de casa assombrada.
Por mais que queira ou me afoite
Não consigo ver felicidade dourada.

As crianças têm fome, têm frio
E o que é que a sociedade lhes dá?
Nada de nada, que de vê-las é calafrio
Sem amor, sem futuro, abandonadas.

A. da fonseca


SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
3568
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
11
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/04/2008 13:38  Atualizado: 22/04/2008 13:38
 Re: SEM AMOR, SEM FUTURO
ESTIMADO AMIGO ALBERTO E GRANDE POETA, SEU PEOMA HOJE ESTÁ CEHEIO DE TRISTEZA, SEM AMOR PODERÁ ACONTECER TEMPORÁRIAMENTE SEM RUMO ISSO NÃO, TODOS NÓS TEMOS SEMPRE UM CAMINHO A SEGUIR, POR VEZES PODEDER-MOS SENTIR-NOS DESORIENTADOS MAS A ROTA ESSA ESTÁ LÁ E O AMOR TAMBÉM.

COMO SEMPRE CONTA EM POESIA UMA REALIDADE BEM VIVA E REAL.

UM ABRAÇÃO AMIGO


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 22/04/2008 17:41  Atualizado: 22/04/2008 17:41
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2817
 Re: SEM AMOR, SEM FUTURO p/ Alberto da fonseca
Solidão ou mero desabafo de quem ainda por cá não deixou todas as palavras?

Abraço


Enviado por Tópico
Doriana
Publicado: 22/04/2008 18:15  Atualizado: 22/04/2008 18:15
Da casa!
Usuário desde: 05/01/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 353
 Re: SEM AMOR, SEM FUTURO
Neste mundo de mil possibilidades,de prazeres e felicidade compradas e exibidas em revistas e vitrines,às vezes sentimos um grande vazio,um oco dentro de nós,que pede algo mais.Aí percebemos o quanto somos indiferentes com o que ocorre a nossa volta e como estamos carecidos de boas companhias.
Muito bom amigo!
Grande Abraço.


Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 22/04/2008 19:15  Atualizado: 22/04/2008 19:15
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: SEM AMOR, SEM FUTURO
Podemos enviar-lhes pensamentos de luz e amor! São belos e tristes os seus versos, querido poeta...
Beijos no coração e muitas flores para o seu caminho!


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 22/04/2008 22:46  Atualizado: 22/04/2008 22:48
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14977
 Re: SEM AMOR, SEM FUTURO p/ Alberto da fonseca
Querido poeta

É mesmo de entristecer a alma
crianças assim sem amor e sem
um futuro...
E a sociedade olhando pacifica sem
fazer nada...
Parabéns pelo seu poema


Beijinhos no coração


Enviado por Tópico
MagnoRobertoAlmeida
Publicado: 30/07/2008 04:38  Atualizado: 30/07/2008 04:38
Colaborador
Usuário desde: 14/05/2007
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 625
 Re: SEM AMOR, SEM FUTURO p/Alberto Fonseca
Acompanho sempre os teus escritos aqui no Luso. Gosto da forma solta e sincera com que escreves.
Este poema "Sem Amor, Sem Futuro", chamou-me a atençao pela profundidade dos versos e fez-me lembrar um pouco do meu passado (ja superado, sem dúvidas).
Receba, aí na França, meus sinceros cumprimentos e admiração.
Um grande abraço!