https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

O relógio do juízo final

 
O relógio do juízo final
 
Há uma grande explosão
Uma nuvem de fumaça cobre os céus
Agora cinzento-avermelhado,
Assustador
O barulho ensurdecedor
E pessoas gritando pavorosamente
Sem saber o que está acontecendo.
Prenúncio de um fim anunciado
O apocalipse Gafanhotos a solta
Em meio ao tormento generalizado.
Havia um aviso prévio
Um relógio que badalava as últimas horas
Silenciado pelo caminhar da humanidade
Em seus afazeres cotidianos
Ninguém se atentou para os sinais
Rotinas
Fugas intermináveis
Vidas vivendo na mediocridade
De mais um dia no mundo capitalista.
Agora tudo se foi
O relógio do juízo final
Está destruído pelo chão
Estraçalhado pelas pragas
Pisoteado
E ninguém mais está a salvo.

Poema: Odair José, Poeta Cacerense

 
Autor
Odairjsilva
 
Texto
Data
Leituras
135
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Mr.Sergius
Publicado: 17/06/2021 04:31  Atualizado: 17/06/2021 04:31
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2018
Localidade:
Mensagens: 884
 Re: O relógio do juízo final
De fato ninguém está à salvo e poucos estão sãos. Mas nós vamos vencer. A poesia vencerá. Verdades cruas em um poema cheio de lirismo. Parabéns poeta.

Enviado por Tópico
MicaelaFerreira
Publicado: 18/06/2021 10:17  Atualizado: 18/06/2021 10:17
Da casa!
Usuário desde: 22/10/2020
Localidade:
Mensagens: 333
 Re: O relógio do juízo final
Que rica inspiração. Saudações poéticas!

Carpe diem