https://www.poetris.com/
Poemas -> Amor : 

DAS LEIS DO AMOR

 
Tags:  amor  
 
Está previsto nas leis do amor
Que você se entregue, se deixe envolver,
Viver, amar, sonhar, chorar e sorrir!
Leis que não condenam,
Mas que às vezes carregam certa 'culpa'...
Que lhe concedem um último desejo
E realiza o maior deles antes que se morra para a tristeza
Ao viver tamanha felicidade!
Que lhe dão o direito de ser calado aos beijos,
Que lhe fazem correr o risco de ser levado a um júri
Formado por quem queira te julgar,
Mas a absolvição será feita pelo Dono
Desse Mandamento Maior!
A lei do amor contém os mesmos parágrafos
Da lei da atração...
Contém 'parágrafo', mas é infinita('enquanto durar!')
Suas cláusulas incluem: não ferir, não se ferir,
Não enganar, 'se iludir' e sempre perdoar!
Ela tem seus juramentos ou juras, suas razões
Que só o coração e quem comete suas loucuras conhecem!
É uma lei escrita nas estrelas, nas 'entrelinhas' dos gestos
E assinada com iniciais deixadas pelas areias das praias ou árvores de arraiais!
As leis do amor não te condenam, mas deixam a sua vida
Nas mãos de quem se ama!
Possuem brechas que levam a via-crúcis de uma paixão
E abrem comportas de um 'quarto céu' de onde se libera o gozo
Ao se cair num inferno de amar!
São leis que cumprimos sem nos dar conta
E que aprisiona no próprio desejo...
Leis que cumpro à risca e se as transgrido, logo sofro!
Leis que não são leis, que se escreve com poesia,
Decretadas e baixadas por uma Rainha Falsa Demente
E que nos deixa livres para sonhar e nos realizar!

*MAIS DE MIM EM:
https://gustavoreymond.blogspot.com/

 
Autor
DANGUSTAVO
 
Texto
Data
Leituras
81
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.