https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Um gigante... gentil

 
Nônoco é assim
Feito alma pura.
Do alto dos seus
Intensamente vívídos
E vividos 49 anos
É puro ainda... criança pura.
É homem nascido Sandro.
Nasceu das entranhas de Isabel
Fruto da força do Manoel.
Um gigante gentil ...
Que vê o mundo sob as lentes
De um olhar angélico.
Nele não há a maldade
Implícita nas palavras ou
Explícita nos gestos, tão comuns
Nos homens ditos normais
A quem é possível o pensar normal.
Nonoco Sandro é doce
Como é doce todo ser
Pleno de genuína pureza
O Sandro da Isabel e do Manoel
Tem a imagem do seu Pai... que é Deus
A semelhança Dele... Nonoco ama
Do jeito Dele... cuida, cura, consola
Do jeito do Pai... o filho Sandro... que é Nonoco
Transmite Paz... faz alegria
Dá forma ao disforme
desenforma as formas
rompe e cria normas

É puro... é gentil... é gigante.

Sandro... um amigo meu... de todos.
Homem de "muitas" faces
todas elas "especialíssimas"
 
Autor
PedroMG
Autor
 
Texto
Data
Leituras
208
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.