https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O silêncio na voz das armas

 
Open in new window

Ó Ucrânia sofrida!
Tantas vozes deste tua voz,
Ao cair do pano
Que alguém te vestira fora do tempo

Tua voz deu tanta voz
À África,
Que longe dos teus gemidos,
Chora tuas lágrimas

Ouvir o silêncio na voz das armas,
É confrangedor
É doloso pra uma nação,
Que vê sua terra desventrada

Ouve-se teus gritos de dor
Nos confins de África,
Que ajudaste subir na vida
E trepar degraus do saber

Ucrânia, África está contigo hoje e sempre,
Porém, de mãos despidas de fogo,
Nada pode fazer,
Senão lamentar teu sofrimento

Lamento carregado de dor e tormento,
Lamento que algum dia,
Braço longo duma nação,
Apagará da tua e nossa alma

Ouvidos mocos dos vizinhos,
Voltarão a ouvir a voz da tua voz,
E longínqua África,
Virá dançar tua libertação

Renascerá duradoura esperança
No silêncio da voz das armas,
Que tentam afogar tua voz
No lago das lágrimas derramadas

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
248
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
23 pontos
1
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 20/06/2022 19:48  Atualizado: 20/06/2022 20:18
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 7433
 Re: O silêncio na voz das armas
Quando o silêncio na voz das armas,
Silencia a mente dos homens,
O povo paga a factura
Com o peso das lágrimas

Open in new window