Poemas : 

Estreitos

 
 
Soube do ser especial
Que és
Desde o primeiro grito

Talvez não fosse previsto
Chegares naquela altura
Mas ali estavas
Trocando e antecipando
As voltas
Do tempo
E das nossas …

A tua bravura
Foi evidente
Quando o teu coração
Pausou por um momento

Ao longo deste tempo
Foste um balão demasiado cheio
Tentando colher a rosa
Da alheia aprovação

Agora
A vida
Está pedindo-te
Para colheres
Todo um roseiral

Meu doce pequeno

Não vamos desistir
Enquanto o céu
Estiver perto do chão…


Vamos sim…
Lançar as asas ao vento
Sabendo antemão
Que as lágrimas
Voltarão
Ao mesmo lugar

Como os teus sorrisos

Como os nossos olhares

como as nossas mãos




 
Autor
Idelia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
257
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
40 pontos
0
4
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.