https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

Mar e brisa ...

 
Teus olhos azuis, safiras do meu querer!

O sonho que havia entre nós os dois…

Pelo pão te conheci, o veio resto depois…

Foi Amor! Amargura! Amar e sofrer!!!



Por ti! Não sei que perdi, nem o que não vivi

A carta que trocamos ao acreditar,

Que o céu e mar era espelho do olhar…

As lágrimas que guardo são para ti!



Num dia sem data tu apareceste.

Para mim… e com palavras me mataste!

Que nossa amizade também era Amor.

Que forma esta de Amar com tanta dor?



Trocaste-me pelos olhos cor de outrem

Nada na vida pode ser mais injusto

Que seres ninguém, para alguém que queres bem

Expulsaste o sentimento ofusco



Separaste-nos com teus oceanos

Mas nada me faz tanto teus olhos lembrar

Como a brisa do mar, o fiel luar

Lembras-te de mim passados estes anos?



Da rosa que plantei, reguei, e vi crescer

Ver-te florir com carinho, ficar linda.

Só pensava no teu sorriso ao colher,

Nele mostras as águas cristalinas.



Mas tu nem quiseste saber! Trocaste-me…

E pelos olhos cor de água turva!

Maldição a quem persegues? Libertai-me.

Dá-me teu Amor, sou o poeta que te uiva… !!!








Abílio Pereira




 
Autor
Abílio_Pereira
 
Texto
Data
Leituras
599
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.