https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ah! Poesia

 
Tags:  amor    poesia    coração    sentimento  
 
Ah! Poesia
Que preenche a alma
Que nos deleita de amor
De muita paz e alegria
Que vem como andorinha
Cantarolando o amor
Quem dera ser a poesia
Estar em todas as mentes
Entrando em cada coração
Levando as mensagens
Escritas com emoção
Baseadas em sentimentos
Que por um momento
Vem marcar cada coração
Ah! Poesia...
Que faz muita gente sonhar
Caminhar em poentes do sol
Olhar as estrelas admiradas
Dormir ao relento da noite
Olhando uma lua acordada
Ah! Poesia...
Que o papel se delicia
Com tanto amor e carinho
Que recebe de cada mão
Escrita por um poeta (a)
Que transpira cada palavra
Quando o transporta
De sua alma de seu coração
Para o papel ali inerte
Que espera pelo sentimento
Que chora... Sangra
Que sorri... Implora
Por amores partidos...
Por conquistas...
Por homenagens...
Enfim por todos os sentimentos
Que levam a esta palavra
Imponente e mágica chamada
Poesia


Open in new window
Obras registradas na Biblioteca Nacional
e protegida pela Lei 9610 de 19/02/1998
http://sabordapoesia.blogspot.com/
https://twit...

 
Autor
ângelaLugo
 
Texto
Data
Leituras
1317
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
16
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carla Costeira
Publicado: 03/04/2007 23:33  Atualizado: 03/04/2007 23:33
Colaborador
Usuário desde: 16/02/2007
Localidade: Sintra
Mensagens: 918
 Re: Ah! Poesia
Ah! Poetisa

Que maravilhoso poema!
Bjs


Enviado por Tópico
Tytta
Publicado: 03/04/2007 23:43  Atualizado: 03/04/2007 23:43
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2007
Localidade: Portugal
Mensagens: 790
 Re: Ah! Poesia
Lindo, este seu poema!
Tytta


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/04/2007 00:10  Atualizado: 04/04/2007 00:10
 Re: Ah! Poesia p Angela Lugo
Querida Angela, ler suas poesias é um privilégio. Somente quem pode conhecer-te de verdade, pode atestar e cada vez mais admirar sua literatura. Tenho muito orgulho de ser teu amigo, em meio nessa vida tão difícil e ilusória em que podemos constatar. Sim Angela, suas poesias encantam e satisfaem a alma e o coração.
Beijos e saudaçoes, godi


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/04/2007 09:44  Atualizado: 04/04/2007 09:44
 Re: Ah! Poesia
Querida a miga...
Este seu poema esta MAGNIFICO...
Essa escrita linda que tus tens, enxe os olhos de quem te lê.

Um beijo

Gsto muito de ti


Enviado por Tópico
FatimaLima
Publicado: 04/04/2007 19:40  Atualizado: 04/04/2007 19:40
Muito Participativo
Usuário desde: 06/02/2007
Localidade: Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 73
 Re: Ah! Poesia
Foi como um bálsamo ler tua poesia...ela tem vida!
Não precisamos falar... Deus nos deu uma forma apaixonante de comunicação: POESIA!
Beijos afetuosos!


Enviado por Tópico
Diego M.
Publicado: 04/04/2007 22:44  Atualizado: 04/04/2007 22:44
Membro de honra
Usuário desde: 12/11/2006
Localidade: Rio Branco - AC
Mensagens: 392
 Re: Ah! Poesia
Minha querida!!!
Simplesmente lindo...
AH! POESIA...
Que nos ilumina em cada inspiração...
Que nos almeja como suas ovelhas orfãs...
Que nos faz brilhar em meio à escuridão...
Que nos derrama fluidos de bondade em goles de hortelãs...!!!

Magnífico minha flor!!!

B
E
I
J
O
S
.


Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 05/04/2007 21:50  Atualizado: 05/04/2007 21:50
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Ah! Poesia
Espalha ao mundo a tua poesia para o mundo poder ver o quanto perdeu ate agora. Pois com a tua escrita, é sem duvida algo especial cada momento, um pedaço raro de beleza, em que parece que podemos tocar o ceu, paraiso. E sentirmos que a tua poesia e so nossa e mais ninguem, parabens. beijos.


Enviado por Tópico
Marinheski
Publicado: 07/04/2007 01:45  Atualizado: 07/04/2007 01:45
Super Participativo
Usuário desde: 10/03/2007
Localidade: Mem Martins
Mensagens: 152
 Re: Ah! Poesia
Muitas e muitas definições
Já ganhou a deusa poesia,
Conforme as diferentes visões
Ou os estados de alegria.

Bela é a tua, ó poetisa,
E conta as esquisitices
Que fazem os poetas à guiza
De inspirações ou chatices.