https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sacramento Nobre

 
Deixa eu dormir no teu seio
e apreender no que possa
teu cheiro de fêmea vadia.
Pra quem sabe sonhar nesse canto
tao sujo e vulgar que você se esconde.

Deixa jorrar do teu seio esse leite de loba
e que caia em mim.
Num batismo de bicho pra bicho
em que eu possa pegar no meu sexo,
senti-lo imundo
e gozar contundente.

E no teu colo, madrinha corrupta
Sentir-me abjeta
Mais fêmea e mais forte.


 
Autor
Jimenna
Autor
 
Texto
Data
Leituras
474
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Junior A.
Publicado: 10/04/2007 22:53  Atualizado: 10/04/2007 22:53
Colaborador
Usuário desde: 22/02/2006
Localidade: Mg
Mensagens: 894
 Re: Sacramento Nobre
Alimenta-me hoje,
Do desgosto que te entornas,
Pois amanhã há-de dar alimentos,
Daí lembra-te o que te foi alma,
E que não seja desgosto,
Nem tormenta.

Mui bueno,
vil é o ser,
Ao escrever, sempre se dá beleza.

Enviado por Tópico
goretidias
Publicado: 11/04/2007 20:01  Atualizado: 11/04/2007 20:01
Colaborador
Usuário desde: 08/04/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 1237
 Re: Sacramento Nobre
Linguagem poderosa... de "fêmea forte"... Um abraço