https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Nudez

 
Tags:  desejo    delírio    toque    nudez    excitação    pupilas  
 
O fascínio dos teus olhos
Retesa-me as pálpebras,
congeladas na excitação
do sentimento.
Dispo-me o olhar,
para que a nudez embriague
de delírio
o instante em que se tocam
as retinas, preenchendo
a necessidade mútua
do toque de afeto das mãos;
enlevo primeiro da reciprocidade
do desejo velado
na penumbra das pupilas.

















Elizabeth F. de Oliveira

 
Autor
Elizabeth F de Olive
 
Texto
Data
Leituras
1012
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vanuza
Publicado: 27/10/2008 20:19  Atualizado: 27/10/2008 20:19
Participativo
Usuário desde: 22/10/2008
Localidade:
Mensagens: 15
 Re: Nudez
Gostei especialmente da parte que diz "dispo-me o olhar, para que a nudez embriague"

muito bom poema


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/10/2008 00:52  Atualizado: 29/10/2008 00:52
 Re: Nudez
Elizabeth,

é bom neste fim de noite
quando a cidade dorme em silêncio
ler um lindo poema como esse.

Beijos

Ulysses