https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Cavaleiro Andante

 
Tags:  mãos    vontade    passos    Pegadas    cavaleiro    andante  
 
À luz da penumbra
silenciosa da noite,
tento repousar os anseios
que me trafegam
o sangue de ausências.
Nesse percurso gravado
por solitárias pegadas,
ouço passos
uní­ssonos aos meus.
Eis que surge
um cavaleiro andante,
que com sua pena
reescreve-me as páginas
já viradas de solidão,
contornando de palavras
e preenchendo com metáforas
os espaços dos devaneios
habitados pelo branco.
Nesse instante, sua mão
entrelaça de vontade a minha.









Elizabeth F. de Oliveira

 
Autor
Elizabeth F de Olive
 
Texto
Data
Leituras
1797
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo Silva
Publicado: 24/10/2008 20:58  Atualizado: 24/10/2008 20:58
Participativo
Usuário desde: 13/02/2008
Localidade: Évora
Mensagens: 33
 Re: Cavaleiro Andante
Muito lindo.
gostei daforma como se transforma uma noite de solidão num momento,talvez de esperança.
Saudações. Paulo silva.


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 24/10/2008 21:04  Atualizado: 24/10/2008 21:04
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4246
 Re: Cavaleiro Andante
Muito bom o poema, parabéns! Beijos!