https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Surrealistas : 

Outro mais

 
Guardei o tempo na lembrança do amanha,
nos olhos entre abertos, no sorriso de um beija flor.
Guardei o vento em uma janela quebrada,
e o sol coloquei em um vaso pintado sem cor.

Descobri que muito tinha,
resolvi doar pitadas de amor.
Perdi a hora inventando rimas,
que são elas frases feitas a deriva no mar deste autor.

E a hora da partida, sem chegada,
atrasada no tempo, sem tempo perdi a rima brincando de fazer amor.
E o tempo que o amor rima,
sem compasso perde o passo,
no êxtase deste navegador.

Brinda a partida do velho tempo,
no gole que chega a primeira hora e gira.
Te convido astro rei para uma nova dança
Ate de novo aqui te encontrar e dizer Adeus.

by
S_Adverso


 
Autor
ADVERSO
Autor
 
Texto
Data
Leituras
540
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ONOVOPOETA
Publicado: 03/01/2009 19:30  Atualizado: 03/01/2009 19:30
Da casa!
Usuário desde: 20/10/2008
Localidade:
Mensagens: 232
 Re: Outro mais
seus versos são bons, gostei de ler, parabéns.
um ótimo ano e fique em paz.


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 03/01/2009 19:51  Atualizado: 03/01/2009 19:51
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Outro mais
Lindo poema de amor.

Beijos