https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Sou um vulto

 


Sou um vulto
Estou sozinho neste quarto só, confundido com o vazio, não sou eu quem permanece em mim, sou apenas um fragmento daquilo que um dia fui.
Estou desintegrado da espécie humana, agora sou um vulto que passeia na hora da insónia.
Sou um espírito em pleno tédio e depressão maior, não sei se um dia fui alguém não tenho ideia disso, apenas sinto que estou mergulhado entre a metafísica o real, não te iludas em me encontrar, sou uma imaginação que estou tendo e não consigo regressar a minha personalidade.


Arsenio sindique

Estou sozinho neste quarto só,confundido com o vazio,não sou eu quem permanece em min,sou apenas um fragmento daquilo que um dia fui; estou desintegrado da espécie humana,agora sou um vulto que passeia na hora da insonia.
Sou um espirito em pleno tédio e depressao maior,não sei se um dia fui alguem não tenho ideia disso apenas sinto que estou mergulhado entre a metáfisica o real,não te iludas em me encontrar,sou uma imaginação que estou tendo e não consigo regressar a minha personalidade.

Arsenio.D.Sindique
 
Autor
Larsen98
Autor
 
Texto
Data
Leituras
596
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.