https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Natureza

 

Natureza


Gritam as serranias
e os ecos diluem-se em fragas distintas.
Sopram os ventos nas suas entranhas
e amortecem em ondas de encantamento.
Brilha o sol nos labirintos dos penhascos
e céleres se prostam as suas cercanias.
Relâmpagos disfrutam com estrondosa guilhotina
de todo o vale possuído de encantamento...
e brotam as águas das fragas mais profundas,
emergindo em rios de vida, de esperança!...
Funde-se a razão!... Nasce o verbo!



Cremilde
2009

 
Autor
cremilde
Autor
 
Texto
Data
Leituras
825
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Nitoviana
Publicado: 25/05/2009 16:01  Atualizado: 25/05/2009 16:01
Colaborador
Usuário desde: 10/04/2009
Localidade:
Mensagens: 648
 Re: Natureza
Nasce o verbo e inspira uma boa escrita como esta tua!
Continuando surpreendido!
Um beijo, Mariazinha


Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 25/05/2009 18:19  Atualizado: 25/05/2009 18:19
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3489
 Re: Natureza
imagem belíssima em um poema de terna profundidade. Como olhar uma vista de um penhasco!
beijo

Maria verde


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 26/05/2009 10:42  Atualizado: 26/05/2009 10:42
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11068
 Re: Natureza
Cremilde,
E o verbo produziu um poema de encantamento.
Beijinhos na alma
Nanda