https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

trai-me

 
trai-me
 
Acordo
e não estás
saíste por ai
embriagada
pela energia
de amantes efémeros
não te condenes
o homem e a mulher
nasceram do pecado
a traição
do pensamento
é cúmplice do corpo
peço-te apenas
não concedas
a tua alma
entrega-te
ao momento
não queiras
entender
o teu gemido
de prazer
(a noite é tua)
trai-me
(com o teu corpo)
e esquece-me
nesse instante
(sem dor)
liberta
o teu ser
de uma vontade
de ti
não te condenes
peço apenas
não me digas nada
não me traias
com o teu olhar
olha-me apenas
como sempre,
sem contrição,
o que olhos
não vêem
o coração
não sente
e eu
sou igual
a toda a gente.

Quem sabe
se me libertas
dos meus pecados...




Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

Imagem sapo
 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
677
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
5
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 05/07/2009 13:01  Atualizado: 05/07/2009 13:01
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: trai-me
Quidam:

Penso que abordas-te aqui 3 tipos de traição.

A traiç âo a nos mesmos,ao outro e do outro em relação a nós.

Exelente este teu poema.

Beijo.

(Já tinha saudades das tuas visitas.)

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/07/2009 13:16  Atualizado: 05/07/2009 13:34
 Re: trai-me
Um excelente poema. Uma abordagem muito bem conseguida á traição, sobretudo a quem se trai a si próprio.
Vou leva-lo comigo

Beijo azul

Enviado por Tópico
paulovarela
Publicado: 05/07/2009 13:21  Atualizado: 05/07/2009 13:21
Participativo
Usuário desde: 03/07/2009
Localidade: Ovar
Mensagens: 23
 Re: trai-me
Fantastico!!!
Nota 10, parabens

Um abraco

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 05/07/2009 18:51  Atualizado: 05/07/2009 18:51
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: trai-me
Uma visão sob as razões de quem trai e de quem é traido, mas onde o pecado carnal deixa marcas em ambos os lados...

Gostei, já tinha saudades...

Beijos

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 05/07/2009 18:57  Atualizado: 05/07/2009 18:57
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: trai-me
Retratas aqui a traição a nós próprios de uma forma visceral quase. Perfeito este poema, sem falsos pudores e bem escrito!


Um beijinho