https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério

 
Deixa-me sentar aqui
Ao teu lado,
Beber das tuas palavras,
Dos teus versos.
A sede de ti é tanta
Que me sufoca,
Me aperta a garganta.
Dá-me a tua poesia
Que me alimenta e encanta
E num tempo antecipado
Faz meu o teu universo.
Escreve-me outro verso
Que me encha, me abale,
Me estremeça,
Me dê a volta à cabeça.
Minha alma apaixonada
Quer apenas beijar teus lábios
E sorver,
Devorar a tua poesia.
São eles valiosos, sábios,
Ensinam-me amor e alegria.
Bebe, aproveita o ensejo,
voa nas asas loucas do desejo
E leva minha alma
Junto a ti.
Abandonada
Sofrida, apaixonada...
Faz de mim o que quiseres.
Faz-me esquecer outras mulheres
Com esse amor que me abraça
Me enrola, me entontece.
E já doido, arrepiado,
Sem saber onde começa
Ou onde acaba
O teu corpo tão delicado,
Dou-te o verso
Que te aquece.
 
Autor
Vera Sousa
 
Texto
Data
Leituras
863
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/06/2007 17:30  Atualizado: 15/06/2007 17:30
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério
Gostei muito de "duetar" com a Vera. Este dueto extra concurso prova que duas almas que não se conhecem podem respirar em sintonia e moldar a sua escrita. Para ti Vera um Obrigado por seres permeàvel às minhas linhas.

Enviado por Tópico
nunorita
Publicado: 15/06/2007 18:09  Atualizado: 15/06/2007 18:09
Da casa!
Usuário desde: 06/03/2007
Localidade: Lisboa, Cidade da branca Luz...
Mensagens: 263
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério
Arrasador. Gostei muito. Parabéns aos dois autores.
Cumprimentos

Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 15/06/2007 18:54  Atualizado: 15/06/2007 18:54
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério
Faz estremecer de tanta beleza e troca de palavras num poema que resultou na disciplina da sensibilidade.
Parabéns!!

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 15/06/2007 23:05  Atualizado: 15/06/2007 23:05
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14956
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério p/ VeraSilva
Querida Verinha

Que encanto de dueto
fantástica poesia que
entra na alma cada verso
Amei...Amei

Parabéns a ambos

Beijinhos doces a ambos

Enviado por Tópico
JSL
Publicado: 15/06/2007 23:19  Atualizado: 15/06/2007 23:19
Colaborador
Usuário desde: 10/05/2007
Localidade: Minho
Mensagens: 680
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério
Este meu comentário não é isento de saber que foi um homem e uma mulher que o construíram juntos em dueto. Vejo-o um pouco feminino porque diz:

Adandona
Sofrida, apaixonada

para logo de seguida o ver masculino porque diz:

E já doido, arrepiado

É verdade que sou mesmo leigo nestas coisas (meu cabelo a fugir é preto), mas acho o poema genial.

Retirava-lhe essa identificação, tipo, sei lá
em vez de abandonada ...abandono

como disse: um dueto de palavras enamoradas

Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 16/06/2007 00:17  Atualizado: 16/06/2007 00:17
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério
Encanto fiquei aos vos ler, rendido jamais imaginei ficar. Mas parece que a palavra nunca, foi ultrupassada por este verso, por este poema. Que me apeixonei da primeira a ultima paalvra. Os meus olhos ficaram entrelaçados, sem o fico condutor, apenas o coração restou para lê-los. E agora que resta neste final deste poema, uma nostalogia por ter acabado, pois o que é bom acaba sempre, não é verdade? mas teria de acabar? Beijos e abraços.

Enviado por Tópico
Angela
Publicado: 16/06/2007 19:18  Atualizado: 16/06/2007 19:18
Colaborador
Usuário desde: 28/09/2006
Localidade: Caldas da Rainha
Mensagens: 567
 Re: Dou-te o Verso - Vera Silva & Celtibério
Sem dúvida que existem versos que nos aquecem...
E, se porventura, sabemos que os versos nos sºao dedicados, então...

Este vosso dueto está lindíssimo, cheio de palavras inflamadas.

Adorei.

Um beijinho grande para os dois.