https://www.poetris.com/
Pablo Neruda : V
em 26/01/2012 12:36:47 (2389 leituras)
Pablo Neruda

Não te quero senão porque te quero,
e de querer-te a não te querer chego,
e de esperar-te quando não te espero,
passa o meu coração do frio ao fogo.
Quero-te só porque a ti te quero,
Odeio-te sem fim e odiando te rogo,
e a medida do meu amor viajante,
é não te ver e amar-te,
como um cego.

Tal vez consumirá a luz de Janeiro,
seu raio cruel meu coração inteiro,
roubando-me a chave do sossego,
nesta história só eu me morro,
e morrerei de amor porque te quero,
porque te quero amor,
a sangue e fogo.


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/10/2014 04:47  Atualizado: 19/10/2014 04:47
 Re: V
ele sabia o q sentia e o descrevia.

Links patrocinados

Visite também...

  • [21393] Miguel Torga - Bucólica -
  • [17646] Fernando Pessoa - Horizonte -
  • [8097] Carlos Drummond de Andrade - Amar -
  • [2450] Mário de Sá-Carneiro - Leituras -
  • [29362] Clarice Lispector - Saudade -