https://www.poetris.com/
Vergílio António Ferreira : A Defesa da Liberdade Humana
em 17/04/2012 15:08:15 (1496 leituras)
Vergílio António Ferreira

O problema da liberdade foi o que sempre mais me preocupou. Tento pôr ordem nas minhas ideias, mas não é fácil. Fui da esquerda e mesmo da sua direita (porque a direita da esquerda é a mais esquerda, como a direita da direita, a mais direita). Fui-o porque ela era a favor da liberdade humana e se parecia que era contra a liberdade humana, era só por defender a liberdade humana. Hoje sou contra a defesa da liberdade humana, porque sou a favor da liberdade humana. Esquerdas e direitas dizem-me que se eu sou contra a defesa da liberdade humana, por ser a favor da liberdade humana, sou realmente contra a liberdade humana e estou por isso fazendo o jogo de uns ou de outros, consoante aqueles que me acusam.
Ah, por favor, não me peçam explicações - sou homem, não sou político. Defendo a liberdade porque sou pela liberdade e por isso não devo defender a liberdade, porque para defender a liberdade teria de atacar a liberdade, o que me obrigaria então a defendê-la por ser a favor dela - merda! Sou pela liberdade, sou contra a opressão, e isto é simples, é humano, é evidente - disse! E não me chateiem mais.



Vergílio Ferreira, in 'Estrela Polar'


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Homo sapiens
Publicado: 17/04/2012 15:21  Atualizado: 17/04/2012 15:22
Participativo
Usuário desde: 29/11/2007
Localidade: Terra de ninguém
Mensagens: 33
 Re: A Defesa da Liberdade Humana
Um verdadeiro poeta não poderá ter outra posição.Nem accionar botões de apagar por mais tentado que seja a tal.

Links patrocinados

Visite também...