https://www.poetris.com/
Júlio Saraiva :  DIA DAS MÃES
em 15/05/2013 22:19:42 (1390 leituras)
Júlio Saraiva

DIA DAS MÃES
- para aquelas que embalam seus filhos mortos


suspiro de mulher cansada
na solidão nublada do quarto
um berço imaginário e vazio ao lado da cama
um choro feito de silêncio - e só
ardendo bem lá no fim-do-mundo da memória
lágrimas deixaram de ser lágrimas
mas o tempo impiedoso insiste
em traze-las de volta - sempre...
de que serve o poema nessas horas?

(11-05-12)

http://www.currupiao.blogspot.it/2012/05/dia-das-maes.html


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/05/2013 12:26  Atualizado: 20/05/2013 12:26
 Re: DIA DAS MÃES
raros foram os bons poetas que conheci em vida; Julio foi um, e é um prazer 'mais grande' relê-lo. hão de convir que sua obra ainda será maior; como aconteceu com muitos...

Links patrocinados

Visite também...