https://www.poetris.com/
Florbela Espanca : Alma perdida
em 15/06/2008 16:40:00 (8055 leituras)
Florbela Espanca

ALMA PERDIDA


Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma da gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!...


Florbela Espanca

**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ellianaalves
Publicado: 19/07/2008 21:35  Atualizado: 19/07/2008 21:35
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2008
Localidade: Petrolina-PE
Mensagens: 567
 Re: Alma perdida
Adoro essa sabedoria maravilhosa.

Links patrocinados

Visite também...