https://www.poetris.com/
Pablo Neruda : O futuro é espaço
em 10/01/2009 19:30:00 (7764 leituras)
Pablo Neruda

O futuro é espaço,
espaço da cor da terra,
da cor da nuvem,
da cor da água, do ar,
espaço negro para muitos sonhos,
espaço branco para toda a neve,
e para toda a música.

Atrás ficou o amor desesperado
que não tinha lugar para o beijo,
tem lugar para todos no bosque,
em plena rua, em casa,
tem sítio subterrâneo e submarino,
que prazer é achar, por fim,
subindo
um planeta vazio,
grandes estrelas claras como a vodca
tão transparentes e desabitadas,
chegar com o primeiro telefone
para que falem mais tarde outros homens
de suas enfermidades.

O importante é apenas perceber-se,
gritar desde uma dura cordilheira
e ver numa outra ponta
os pés de uma mulher recém-chegada.

Adiante, vamos sair
do rio sufocante
em que com outros peixes navegamos
desde a manhã à noite migratória
e agora neste espaço descoberto
vamos voar para a pura solidão.

(In "Memoria de Isla Negra". Brasil: P&Pm, 2007)



**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/01/2009 21:02  Atualizado: 10/01/2009 21:02
 Re: O futuro é espaço
Um espaço de tempo onde o amor ainda procura seu lugar desesperadamente, tentando alimentar estes peixes, frágeis humanos, nadando neste oceano diretamente para o céu, para o silêncio universal.

Links patrocinados

Visite também...