https://www.poetris.com/

Lisboa - Portugal

Publicado por Pedra Filosofal em 05-Dec-2008 10:10 (1911 leituras)

Dia 6, sábado, pelas 15.00 horas, no auditório do Campo Grande, 56, Lisboa
Lançamento do livro "Arquitectura de um fragmento" de Betty Branco Martins, com apresentação a cargo do poeta Xavier Zarco.
Sobre a autora: Betty Branco Martins nasceu no Bombarral e percorreu os caminhos até França. Aí ficou durante alguns anos onde tudo começou -a paixão pela escrita - chegando a receber o prémio Revelação em conto e prosa. Ao voltar a Portugal passa por S.Martinho do Porto mas é em Lisboa que fica alguns anos. Novamente o apelo por outras paragens que a levaram para a Suiça e outros países, mas sempre vivendo a Arte, por isso mesmo passa pela Sociedade Nacional de Belas Artes. Reside actualmente em Mafra.
Sobre a obra: A sua condição de artista plástica fica bem patente na estrutura da sua poesia - original, geométrica - mas é ao nível da evoluida linguagem poética que este "Arquitectura de um fragmento" nos surpreende, mais tratar-se da primeira obra publicada pela autora.
http://ediumeditores.files.wordpress.com/2008/11/convite_af1.jpg
http://ediumeditores.files.wordpress.com/2008/11/betty_blog1.jpg
http://bettybrmartins.blogspot.com/

Dia 6, sábado, pelas 18.30 horas, no auditório do Campo Grande, 56, Lisboa
Lançamento do livro "O áspero hálito do amanhã" de Alberto Pereira, com apresentação a cargo do poeta Firmino Mendes.
Sobre o autor: Alberto Pereira nasceu em 1970 na cidade de Lisboa; licenciado em enfermagem, participou em diversas antologias, tendo obtido, em 2008, o 1.º Prémio de Poesia "Ora, vejamos".
Sobre a obra escreve o poeta Xavier Zarco: "Este O áspero hálito do amanhã, (...) apresenta-se estruturado sob três ciclos autónomos: "Dói-me a utopia", "Arquipélago da loucura" e "Mordem pincéis nas palavras". Mas esta aparência autónoma é exactamente isso: meramente aparente. É uma ilusão elaborada como hipótese de caminho, de uma via a seguir no processo criativo. Uma demanda em que o criador se veste como usufruidor da criação artística para, poste¬riormente, proceder à recriação: erguer dentro de um corpo um corpo outro".
http://ediumeditores.files.wordpress. ... /10/k_frente_ap_blog1.jpg
http://ediumeditores.files.wordpress.com/2008/10/foto_blog2.jpg


Navegue pelos artigos
Artigo anterior Gondomar e Maia - Portugal Porto - Portugal Artigo seguinte
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Links patrocinados