Sergius Dizioli



SERGIUS DIZIOLI nasceu em 1955 no bairro da Aclimação na cidade de São Paulo, filho de Italianos, desde cedo interessou-se pela leitura, incentivado por seu pai, tendo iniciado com revistas de HQ, seguindo-se os livros de bolso. Foi aluno de escola Marista, onde veio o desejo de se aprofundar na leitura e lá conheceu os escritores clássicos. A leitura trouxe-lhe o interesse por conhecer da vida e da natureza e assim, em 1973 foi cursar a Faculdade de Biologia com a pretensão da pesquisa genética. Mas não havia espaço para a pesquisa e não lhe bastava ser professor de ciências. Irrequieto, sem nunca abandonar a leitura, foi buscar outras fontes de conhecimento e encontrou na Faculdade de Direito o outro lado do trato com as palavras: escrever. Em razão de fatos inesperados em sua vida, já advogado, interessou-se pelo mundo místico e veio a pesquisar sobre rituais pagãos, xamanismo, manipulação de energias e terapias orientais. Nessa fase da vida, Descobriu-se como pintor e por intermédio de uma amiga, foi apresentado ao Surrealismo de Salvador Dali, com o que logo se identificou e passou a pintar réplicas dos quadros do pintor catalão. Autodidata na pintura, tinha fases de maior atividade e outras menos. Para preencher os espaços de tempo à espera da inspiração começou a escrever, adotando a poesia surrealista como linguagem para se comunicar com o mundo por onde passou a viajar. Conheceu os escritos do poeta francês André Breton, um dos primeiros surrealistas nas letras. Breton declara no "Primeiro Manifesto" acreditar na possibilidade de reduzir dois estados tão contraditórios como sonho e realidade “a uma espécie de realidade absoluta, de sobre-realidade" [surrealité]. A linguagem surrealista cria uma distância entre o mundo captado pelos sentidos e o mundo criado pela poesia. Na língua portuguesa recebeu a influência dos poetas Mário Cesariny, Alexandre O'Neill e Pedro Oom. Pelos mesmos motivos que levaram à busca pelo místico, somou à sua linha surrealista de escrever a linha sombria de Augusto dos Anjos. Seus escritos passaram a falar de tristeza e desilusões amorosas ou pessoais. Taurino, sob o regio de Vênus, não abandona os assuntos sobre romances avassaladores, paixões intensas e um mundo de sonho. Você, certamente, poderá apreciar ou não os poemas aqui trazidos, mas jamais passará indiferente a eles! Nas palavras do próprio Autor: Eu li a minha vida inteira, em casa, na escola, nas faculdades de biologia e de direito, um dia quis ser pintor e também escrever. Então alguma gentil alma leu e por empatia ou falta de definição melhor, chamou-me de poeta. Se não fosse a necessária modéstia, eu quase acreditaria ser um. Escrevo do que vi e do que vivi, seja real ou inventado, seja do sonho ou do mundo real e, no final, tudo se funde em uma só realidade. Leia-me e então poderá dizer o que pensa de meus versos sem rima. Mas não esqueça que para cada linha há uma entrelinha.

Detalhe do Usuário

Nome de Usuário:Sergius Dizioli

Nome Completo:Sergius Dizioli

Localidade:काठमाडौं (Nepal)

Interesses:Literatura, Poesia, Pintura, Esoterismo

Informações extras:

https://www.escritas.org/pt/ver/perfil/mr_sergius
https://mrsergius.tambemescrevo.com/

Informações de Contato

Site:http://mrsergius.blogspot.com

MSN Messenger:Sergius Dizioli

Estatísticas

Usuário desde:14/08/2018

Posição: Administrador

Mensagens/comentários:2221

última visita:07/06/2024 21:17

Visualizações de perfil:8106

Assinatura:

"Somos apenas duas almas perdidas/Nadando n'um aquário ano após ano/Correndo sobre o mesmo velho chão/E o que nós encontramos? Só os mesmos velhos medos" (Gilmour/Waters)

Contribuições do Usuário

Poemas e Frases

Poemas e Frases Rendição
(27/12/2023 17:17:53)

Poemas e Frases Persistência
(08/12/2023 00:37:21)

Poemas e Frases Amapolas
(07/11/2023 22:37:38)

Poemas e Frases Barca dos Desenganos
(01/11/2023 13:43:15)

Poemas e Frases Pérola
(31/10/2023 22:27:47)

Exibir tudo

Poemas Clássicos

Poemas Clássicos Poema Sujo (Trecho)
(17/03/2023 12:14:53)

Poemas Clássicos Antífona
(17/03/2023 01:12:24)

Poemas Clássicos Saudade I
(17/03/2023 00:03:47)

Poemas Clássicos Ausência
(16/03/2023 23:59:57)

Poemas Clássicos Árvore Sega
(16/03/2023 02:13:57)

Exibir tudo

Menu do Leitor

Lista de todos os poemas de Sergius Dizioli
Poemas
Estatísticas de Sergius Dizioli
Estatísticas
Inscreva o RSS feed de Sergius Dizioli no seu navegador ou blog
Rss feed