Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

255 visitantes online (155 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 11
Leitores: 244

acalenta, Volena, caccau, marciocorrea, loftspell, Deco86, IsabelRFonseca, Karinna*k, Thessica, Barbozza, Gyl, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas -> Dedicatória : 

ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)

Tags:  dedicação    agradecimento  
 
Este poema é dedicado a todas as enfermeiras, fui sujeito a operação grave, e nunca mais esquecerei o profissionalismo dedicação e carinho das enfermeiras que de mim cuidaram, obrigado a todas.



Um quarto uma mesa uma cama
Onde eu nela estou deitado
Esperando que a morte não me chame
E que até tenha um gesto de bondade.

Os minutos, as horas, passam lentamente
E os dias são longos como os pesadelos.
Uma enfermeira para me tratar está presente
A vida começa a sorrir, os dias são mais belos.

Através da janela, vejo a montanha
Vejo o céu e um bailado de encanto.
Seres vestidos de branco que não se desdenha
Eram as enfermeiras, eram Anjos brancos.<br />Clique para ver a imagem original em uma nova janela



SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 116430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

Autor
Alberto da fonseca
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 9934
Favoritos 0
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
VOU PEDIR AOS ASTROS (vERSÃO 2)
VOU PEDIR AOS ASTROS
A VIRAGEM DAS NOSSAS VIDAS [1]
coração alado
VALSAR COM A VIDA
Aleatórios
PERDI O MEU PASSADO
ESPERO NÃO TER SAUDADE
VIVA A PRAÇA DA RIBEIRA
A PRIMAVERA
PRENDERAM O DOM AFONSO HENRIQUES
Favoritos
Poço de dor - TrabisDeMentia
APENAS UMA MULHER - ângelaLugo
AVISO DE COBRANÇA - Sterea
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/03/2008 13:23  Atualizado: 15/03/2008 13:23
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
LINDA HOMENAGEM DE GRATIDÃO E RECONHECIDO PARA ESSES ANJOS BRANCOS QUE VELAM POR NOS QUANDO A SAUDE ESTA DEBILITADA.
MEUS PARABENS E ASI ME ASSOCIO NESTA BELA HOMENAGEM.

BEM HAJAM

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 15/03/2008 13:41  Atualizado: 15/03/2008 13:41
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
E COMO DIZ, BEM HAJAM.
sAÕ MULHERES QUE FAZEM SCRIFICIOS EM PROL DE PESSOAS QUE NEM SEQUER CONHECEM E MAL RETRIBUIDA.
OBRIGADO, AMIGO
a. DA FONSECA

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/03/2008 14:51  Atualizado: 15/03/2008 14:51
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Caro Alberto.

Pedir, não é tão difícil,
Doar, tão pouco,
Receber, já cria alguma dificuldade.

Mas o agradecer... é uma raridade!

E como a humanidade tem de aprender a agradecer ao semelhante e a Deus...

Oportuno e belo poema.

Ulysses

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 15/03/2008 15:19  Atualizado: 15/03/2008 15:19
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Olá, Uliysses!
Obrigado pela forma como comentou este poema, que não é que um dever de todos homenagear aqueles que nos ajudam na vida e neste caso na saúde.

A. da fonseca

Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 15/03/2008 16:49  Atualizado: 15/03/2008 16:49
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Realmente são anjos brancos!Bela homenagem,e merecidamente as enfermeiras.Parabens pelo excelente texto.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 15/03/2008 17:03  Atualizado: 15/03/2008 17:03
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Obrigado pela homenagem prestada ao poema, que é o mesmo que dizer às enfermeiras

A. da fonseca

Enviado por Tópico
*ci*
Publicado: 15/03/2008 17:15  Atualizado: 15/03/2008 17:15
Colaborador
Usuário desde: 28/02/2007
Localidade: Suiça
Mensagens: 689
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Nao é todos os dias que vejo a minha profissao ser agradecida...:)eu falo por mim, cada sorriso que vejo, depois dos cuidados e de todo o sofrimento que navega no corpo de quem sofre, é um agradecimento, mas quem ama o que faz, nao se cansa,apenas da tudo de si em todos os momentos... assim sou feliz, e tento ajudar os outros a sê-lo, sendo uma confindente, um ombro, uma fonte de sorrisos e alivio...e por vezes uma fonte de paciencia e persistência...

Assim o sou assim o sinto...:)

beijos da ci

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 15/03/2008 18:02  Atualizado: 15/03/2008 18:02
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Acho que nós devemos estar gratos pelos serviços que nós usufruimos desde que ele o merece e neste caso é o caso.
Há muita gente que denuncia o que vai mal, mas nunca o que vai bem, enfim, a cada um a sua mentalidade.
Estou-lhe grato pels suas gentis palavras.
Beijinho «, poetisa
A. da fonseca

Enviado por Tópico
MERCEDES PORDEUS
Publicado: 15/03/2008 21:24  Atualizado: 15/03/2008 21:24
Muito Participativo
Usuário desde: 13/01/2008
Localidade: Recife
Mensagens: 72
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
É verdade Alberto.
Às vezes nem nos apercebemos das pessoas que nos cercam em circunstâncias cruciais.
Muito bem lembrada a sua importância em sua bela homenagem, além de muito merecida.
Seu poema me faz lembrar de uma poesia aos anjos de branco( médico e enfermeiras) que meu marido fez ao sair do hospital também de um cirurgia gravíssima, que abaixo de Deus foram esses anjos que o salvaram.
Que Deus o abençõe amigo.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 15/03/2008 22:09  Atualizado: 15/03/2008 22:09
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Obrigado pelas suas palavras, Mercedes.
A verdade é que somos assistidos por profissionais que fazem todo o possivel para que possamos saír do hospital, pelo nosso proprio pé e uma vez cá fora todos se esquecem da maneira como fomos tratados.
beijinho, poetisa
A. da fonseca

Enviado por Tópico
Hisalena
Publicado: 15/03/2008 21:52  Atualizado: 15/03/2008 21:52
Colaborador
Usuário desde: 30/09/2007
Localidade: Leiria
Mensagens: 627
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Bonita e sentida homenagem a todos os "Anjos Brancos" deste mundo tantas vezes menosprezados, maltratados e esquecidos.
É de facto meritória tal profissão e é de realçar que apesar dos pesares muitos vivem para a profissão e não apenas da profissão.
Um obrigada a todos oa anjos deste mundo.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 15/03/2008 22:11  Atualizado: 15/03/2008 22:11
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
É uma homenagem merecida. Como diz e bem, trabalham para a profissão, e não são reconhecidas.
Beijinho, poetisa
A. da fonseca

Enviado por Tópico
Paula Baggio
Publicado: 16/03/2008 00:49  Atualizado: 16/03/2008 00:49
Da casa!
Usuário desde: 20/10/2007
Localidade: Franca - SP
Mensagens: 213
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Sensível carinho e gratidão. Parabéns. Abraços, Paula

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 16/03/2008 16:39  Atualizado: 16/03/2008 16:39
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Obrigado Paula Baggio, pelas suas gentis palavras.
beijinho, poetisa
A.da fonseca

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 19/03/2008 22:15  Atualizado: 21/03/2008 10:17
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4152
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
É amigo Alberto, não tinha lido este seu poema, obrigado por este dedicatória, penso que não somos anjos, mas seres humanos que tentam no dia a dia cuidar de seres humanos carente, com o maior amor possivel, através do carinho, da ternura, da palavra, do toque, do olhar, do respeito... tentar minimizar o sofrimento de quem fica doente, seja do corpo como da alma, por vezes o unico e ultimo conforto...

Beijinhos poeta e obrigado, ser enfermeira é das melhores profissões do mundo, não a trocaria por quase nada deste mundo.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 19/03/2008 22:24  Atualizado: 19/03/2008 22:24
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Eu estava admiradissimo de não ter tido um comentario seu a este poema, por isso a chamei a atenção para ele, sabia que lhe ia agradar.
Desculpe a insistência e obrigado pelo seu muito belo comentario, mas este poema já o tinha escrito no hospital e no anonimato o fui colocar sobre a secretaria da sala de enfermeiras em Clermont Ferrand, tinha-o escrito em francês e ha´algum tempo, visitei o su perfil e vi a sua profissao, lembrei-me dele e so agora o encontrei, traduzi-o e lá o publiquei.
beijinho Liliana
A. Da fonseca

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2008 09:28  Atualizado: 21/03/2008 09:28
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Bonita dedicatória, amigo Alberto.
Seres humanos que cuidam de seres humanos. E este cuidar engloba amor, dedicação, carinho, entrega, esperança, conforto, alegria...
Bem haja pelo seu reconhecimento.

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 21/03/2008 10:09  Atualizado: 21/03/2008 10:09
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: ANJOS BRANCOS ( Agradecimento a todas as enfermeiras)
Por isso eu a chamei a atenção, sabia que este poema lhe interessava.
Fiquei a dever muito às enfermeiras.
Obrigado pelo su comentario
Beijinho e feliz Pascoa.

A. da fonseca

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...