Poemas -> Para Visitantes : 

Penitenciária das Classes

 
Tags:  rap  
 
Querem roubar a esperança da face juvenil
A vida real da periferia virou bang-bang
Assim nascem as novas vítimas do Brasil
Sob barulhento berço do sangue.

Sem governo a lei é do mais forte
O cachorro mais fraco é o que morre primeiro
Na luta pelo osso não se conta só com sorte
O malandro sabe esse verso por inteiro.

A juventude da favela também tem virtude
Não importa que o plenário diga o contrário
O sistema falho é que exige atitude
Nem todo moleque nasceu pra operário.

A policia sabe o morro fazendo a roleta russa
E assim aumenta a nossa "bela" estatística
Quando o pulso juvenil não mais pulsa
É ibope pro programa sensacionalista.

A criança da favela já não sabe o que é herói
Mas a classe burguesia não tá nem aí
Enquanto no gueto a realidade dói
O filho da madame tá na loja de gibi.

(Mas o raciocínio não é por aí)

O problema está nos dois lados da moeda
Tanto da classe A, como da classe D
É esse sistema que nos seda
Pra virarmos inimigos sem saber.

A geração da favela e a geração burguesa
Garotos são garotos o que muda é o sobrenome
Cada um com seu problema de pobreza e realeza
A rachadura vem da fome.

Quem morre é vítima pra sociedade
Sistema penitenciário já não exige grade
Quem mata é vitima da sociedade
Esse sistema já começa na maternidade.

O mocinho e o vilão a TV já escolheu
Novela da vida real é audiência
A sua opinião que já se corrompeu
Só fortalece o Brasil Decadência.

Eu fiz esse poema depois que comecei a ouvir rap de periferia.

 
Autor
Punkita
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2543
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
24 pontos
16
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Norberto Lopes
Publicado: 16/12/2009 22:59  Atualizado: 16/12/2009 22:59
Membro de honra
Usuário desde: 15/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 896
 Re: Penitenciária das Classes
Olá, Punkita

Adoro a forma e o conteúdo
parabéns
bj
nl


Enviado por Tópico
antóniocasado
Publicado: 17/12/2009 00:32  Atualizado: 17/12/2009 00:32
Colaborador
Usuário desde: 29/11/2009
Localidade:
Mensagens: 1656
 Re: Penitenciária das Classes
Ola

Uma vez escrevi:
"Tenho medo de dizer que tenho medo...

O medo é o vício de calar!"
"Prelúdio para todos os poemas escritos sob repressão"

Infelizmente é isso. Calar, não!
Continue.
Lindo poema
antóniocasado


Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 30/12/2009 15:04  Atualizado: 30/12/2009 15:04
Membro de honra
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 2999
 Re: Penitenciária das Classes
Esta menina é uma voz a ouvir... ela veste a voz da nossa consciência em palavras artisticamente compostas! parabéns, Punkita!

Beijo de Bom Ano Novo!


Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 03/01/2010 11:45  Atualizado: 03/01/2010 11:45
Membro de honra
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 3100
 Re: Penitenciária das Classes p/ Punkita
A capacidade de nos insurgirmos contra os tratos sociais dos constantes governos desta nova era, a era da globalização será talvez a resistência que conseguiremos fazer para que continuemos a viver como gente humana, sem o comércio da guerra ou a escravidão económica a que estamos sujeitos. Existe cada vez mais um elitismo social cujo objectivo é governar para quem tem e esquecer os restantes. Algo terá de mudar, nem que sejamos nós.

Beijo


Enviado por Tópico
AMICI
Publicado: 04/01/2010 23:58  Atualizado: 04/01/2010 23:58
Super Participativo
Usuário desde: 02/01/2010
Localidade: Lisboa
Mensagens: 137
 Re: Penitenciária das Classes
A denúncia em prosa poética, é notável e louvável.

Pode vencer-se a natureza, mas a consciência não.

Obrigada pelo grito, dá que pensar.

Um beijo,
Maria


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/01/2010 09:14  Atualizado: 05/01/2010 09:14
 Re: Penitenciária das Classes
poetisa Punkita

fazem falta poetas de intervenção. gostei do seu estilo e do conteúdo poetico. fica a promessa de mais visitas

favorito

abraço

magenta


Enviado por Tópico
Tintsuna
Publicado: 07/01/2010 01:59  Atualizado: 07/01/2010 01:59
Participativo
Usuário desde: 12/10/2008
Localidade: Évora
Mensagens: 42
 Re: Penitenciária das Classes
Intervençao! Adoro! Mostra que nem todos estao a dormir! Gostei muito do teu poema. Muito que acho que vou ler muitas mais vezes. Gostaria de um dia poder fazer um poema a meias contigo. Seria especial trocar ideias com uma outra realidade.


Augusto Diogo Navarro de Almeida

Abraço