https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Presente

 
Tags:  beleza    pobre    doação    tecido    limpeza    pano    enjoados  
 
Ando fazendo remendos...
Em qualquer pano torcido,
Sujo ou envelhecido...
Teço com meus dedos!

Pode ser pano de limpeza,
Fútil, guardado em gaveta
Aquele que modelou a silhueta
Trazendo as moças, beleza!

Linho Fino sextavado, trapo maltratado,
Jogado ao lixo por alguns enjoados...
Farei dele belo, de bom grado em silente.

Suprirá a falta dos empobrecidos!
Desnudos, pela fome vencidos...
Neste Natal, será um presente.

17/12/2009


Van

 
Autor
vanriz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
660
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 21/12/2009 00:19  Atualizado: 21/12/2009 00:19
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Presente
O pano velho pôde ter muito mais
valor que um novo.
Continua...
E bom Natal!

Beijos


Enviado por Tópico
mim
Publicado: 21/12/2009 00:19  Atualizado: 21/12/2009 00:19
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Presente
O pano velho pôde ter muito mais
valor que um novo.
Continua...
E bom Natal!

Beijos

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 28/12/2009 00:13  Atualizado: 28/12/2009 00:13
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Presente
Há em todo o poeta uma vontade,
e não fazemos por menos...
Tentamos corrigir a humanidade
mas só vamos conseguindo remendos.

*Festas Felizes*!

Abílio